Na mesa, o chá pode ser elegantemente harmonizado com comidas doces e salgadas, substituindo outras bebidas menos saudáveis na hora da refeição, mas proporcionando ainda assim uma experiência sensorial memorável.

Chás brancos, verdes e tisanas leves, sem especiarias

 A leveza destes chás e as suas notas macias e acetinadas pedem harmonizações menos fortes. Assim, são chás que podem ser servidos com frutas, vegetais grelhados ou salteados, saladas de folhas, peixes, frutos do mar, carnes brancas, queijos leves e molhos leves de toque cítrico. No capítulo doce, deve optar-se por sobremesas de doçura sutil, sem gordura, e geléias de fruta pouco adoçadas.

Chás pretos, rooibos e tisanas mais intensas

Com sabores mais robustos, estes chás permitem harmonizações mais contundentes, mais calorosas: carnes, pães, queijos mais fortes e picantes, ovos, molhos mais temperados. No que respeita a sobremesas, equilibram a intensidade de iguarias mais untuosas à base de chocolate, doce de leite, castanhas, caramelo, frutas em calda, compotas.

Texto: Mônica Costa